Apresentação

Gerar, disseminar e debater informações, sob enfoque de Saúde Pública é o objetivo principal deste Blog, o qual é produzido no LabConsS da FF/UFRJ, com participação de alunos da disciplina “Química Bromatológica” e com apoio e monitoramento técnico dos bolsistas do Grupo PET-Programa de Educação Tutorial da SESu/MEC.

Recomenda-se que as postagens sejam lidas junto com os comentários a elas anexados pois, de um lado, são produzidas por estudantes em circunstâncias de treinamento e capacitação para atuação em Assuntos Regulatórios e, de outro lado, são temas que envolvem poderosas influências de marketing, com alegações nem sempre cientificamente comprovadas. Esses equívocos, imprecisões e desvios ficam evidenciados nos comentários em anexo.

Além dos trabalhos dos alunos de Química Bromatológica e das pesquisas dos bolsistas do Grupo PET, o Blog também apresenta reportagens e notícias selecionadas, a legislação pertinente bem como artigos técnicos e informações diversas sobre o tema.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Promoção de Saúde e espaços urbanos

Acesse o texto clicando aqui:

http://docs.google.com/View?id=dfcrp8hc_228cmrz7x7q

2 comentários:

Brasil Empreende disse...

Ola visitei seu blog e gostei muito e gostaria de convidar para acessar o meu também e conferir a postagem: “Chiclete: Um novo ponto de vista!!!” Estamos realizando, também, enquetes e gostaríamos de contar com o voto de vocês.
Sua visita será um grande prazer para nós.
Acesse: www.brasilempreende.blogspot.com
Atenciosamente,
Sebastião Santos.

Malane Milheiro disse...

O ideal proposto pelo movimento denominado Cidades Saudáveis e em minha opinião a utopia da saúde que está empiricamente definida na mente de qualquer pessoa com um senso social, discordo da crítica que chama a idéia de vazia, ela apenas não está totalmente detalhada, mas é um detalhamento óbvio, o problema mesmo são os ditos “atores sociais”, por que as pessoas são preguiçosas e comodistas e o governo e corrupto e negligente, mas como toda regra tem sua exceção, existem pessoas dispostas a melhorar a “cidade“, as desigualdades sociais são o primeiro impasse crítico, se eu fosse traçar um plano de reurbanização começaria pelos funcionários públicos e governantes, em uma medida desesperada de acabar com a negligência e a
corrupção, para que as verbas sociais não fossem desviadas, aplicando um programa de saneamento básico e casas populares com ruas largas o suficiente para o acesso da polícia e combate ao crime, após o saneamento urbano e social(com a redução dos criminosos), implantar um esquema de educação para todos e com a mínima qualidade necessária, junto com salários descentes para os professores e para os funcionários da saúde, que trabalhariam nos hospitais para um atendimento minimamente digno para a população. Uma medida arriscada seria a redução da taxa de juros das grandes empresas e o aumento do imposto de renda para uma redistribuição da riqueza e do PIB, o que após 1 mês faria com que eu fosse encontrada morta esquartejada em um valão no rio mais próximo da casa do meu pai.

Ou seja, todos temos um plano, o problema é que uma cidade doente com uma população marginalizada e carente mobiliza muito dinheiro para os poucos que o concentram, este pra mim é o ponto chave, que é muito difícil de concertar, como diz minha Tia, só quando Jesus voltar.